segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Conhecendo a Ford Brasil

Olá pessoas!! Esse post eu preciso fazer, pois não posso esquecer desses dias... Foram dois dias bem legais na minha vida, então preciso relatar aqui, porque se eu for colocar só no Instagram vai faltar espaço. E também compartilhar com quem nunca teve a oportunidade de conhecer de perto uma fábrica. Desde já peço desculpas se falei algo errado, mas estou tentando ao máximo lembrar de tudo, e colocar os nomes certos (vai que alguém da Ford pára aqui... nunca se sabe).
Então, no começo do mês de Novembro conheci o Complexo Industrial da Ford em Camaçari e no começo de Dezembro, depois da competição do Fórmula SAE, nosso time conheceu o Campo de Provas de Tatuí, com direito a voltinha pelas pistas de testes. 
Vamos começar pela ordem...  O complexo industrial de Camaçari eu tive a oportunidade de conhecer um pouco antes de alguns colegas meus, num evento, porém só conheci dois "setores". No Ford Day foi um tuor completo, inclusive o mesmo que eles fariam para os amigos da imprensa, mal sabiam eles que eu sou imprensa (sóQueNão hahaha). A gente viu nesse tour a fábrica de motores, meu amor eterno da vida, juro a vocês que aquele lugar é mais limpo que a casa mais limpa, mais limpo que o nosso quarto, isso por conta dos motores, que necessitam de uma precisão muito boa e qualquer sujeira pode atrapalhar no processo de montagem, principalmente, e futuramente o funcionamento dos mesmos. Daí eles tem toda uma tecnologia para uma outra sala onde são usinadas as peças para que não haja problemas com impurezas e tudo mais. Mas Jenifer o que garante que mesmo com toda a limpeza o motor vai sair de lá ok?! Bom, além de toda essa preocupação, existem os laboratórios de precisão que avaliam as peças e que também fazem testes com fluídos para garantir que o motor não tenha nenhum problema com vazamentos. De lá fomos para a linha de montagem (a agitação mora naquele lugar), você entra e dá de cara com vários modelos alinhados numa esteira com umas 4 fileiras de carros, muitos carros... Prosseguindo dá pra ver as etapas do processo de montagem, as portas que são retiradas para facilitar o acesso do operador, viajando "por cima" para encontrar com o seu carro no fim da montagem. A gente conseguiu ver a montagem de alguns itens elétricos, os pneus que vem direto da Pirelli, descendo a sua "escorregadeira", e o que eu mais gosto de ver é o que eu chamo de "casamento", quem já assistiu algum Discovery da vida mostrando uma fábrica de carros sabe do que eu estou falando, aquele momento em que o motor/transmissão é colocado no chassi, é um processo manual com 4 operadores que precisam alinhar o carro para que os encaixes sejam feitos nos lugares corretos, com um sistema de segurança muito eficaz, pelo meu ponto de vista. Por fim, a parte que eu gosto, também haha, a avaliação final onde são feitos os reparos finais e os erros são encontrados, apesar de todo processo pensado pra ser perfeito e sem falhas, acredite que nesse meio do caminho existem alguns retrabalhos e muitas vezes o carro ainda consegue chegar ao final da linha de montagem com alguns defeitos que passam despercebidos, inclusive muitas vezes o defeito chega no consumidor, todo mundo sabe disso. Depois disso visitamos a parte onde é fabricada as portas, chassi, onde são feitos os ponto de solda da estrutura pelos robôs, enfim, é um lugar mais calmo que não me encanta muito, desculpa hahaha.
Isso tudo que eu relatei aconteceu no período da manhã, quando voltamos do almoço começamos o Eco Sport Familiarization, isso também é feito/exclusivo para amiguinhos da imprensa, e lá estava eu, essa parte foi beeeeeeem legal, primeiro que o responsável pelo projeto veio explicar como foi concebido, os desafios e tudo mais, depois fomos conhecer área por área e podemos tirar dúvidas com quem estava a frente de cada projeto "individual". Vocês não tem ideia de como é criar um carro, principalmente o Eco que ganhou muitos concorrentes durante esses anos, mas é fantástico saber as tecnologias que eles utilizam, os softwares e tudo mais, eu fiquei encantada e assim, é muita coisa pra falar teria que fazer um post só falando do Eco para detalhar as informações que eu tive acesso de lá (faz um tempinho, mas eu ainda lembro... Saí de lá parecendo criança boba querendo contar a todo mundo, e foi na época que eu tava sem pc :/ ).
Essa foi a foto a oficial, no estúdio, um lugar de acesso restrito, até mesmo para alguns funcionários. Essa foi a turma e alguns funcionários da Ford que nos acompanharam e nos ensinaram muito durante esse dia. 

A vista ao Campo de Provas de Tatuí
Pra começo de conversa se eu pudesse escolher, eu trabalharia lá com facilidade. Apelidei aquele lugar carinhosamente de "Ford Resort". Bom, o número de pessoas que lá trabalham é bem menor que aqui em Camaçari, até porque né... Nesse campo de provas é onde ficam concentrados grande parte do testes que precisam ser feitos em um carro para visualizar como o mesmo se comporta em vários aspectos, lembrando que não é só feito testes nos carros da Ford eles também testam carros de outras marcas para avaliar em que patamar estão em relação as seus concorrentes, isso é normal, toda indústria faz isso. A gente começou o tuor pelas salas de testes, conhecemos o setor que testa ruídos, conhecemos como eles fazem a captura dos sons externos internos e o que deve ser levado em conta para cada modelo de carro (isso é bem importante).Também conhecemos os laboratórios e como eles fazem a analise da estrutura do veículo, os sensores utilizados, o tipo de teste (isso depende do que você quer analisar), e como iso é revertido para a "tela do computador"... Parece simples, mas não é, eu tenho certeza. Depois fomos para uma parte onde tinha uma "chefa", nessa hora fiquei mega feliz e decidi que queria trabalhar com ela hahaha, ela era responsável por um laboratório para fazer análise de combustíveis (eficiência energética), na verdade não dos combustíveis, mas das misturas emitidas. Pelo que eu entendi ela fazia alguns testes para provar que os carros estavam dentro das leis e muito provavelmente é de lá também que saem documentos para Inovar-Auto... É importante lembrar que o laboratório (que nesse caso eram dinamômetros) precisa cumprir uma determinada norma para que o documento de lá emitido tenha valor. Por fim mais dinamômetro específicos para os motores e uma oficina só para desmontar os motores testados e avaliar a situação das peças, daí pirei de novo, porque eu queria era bem ser esquecida lá e a Ford nem precisava me pagar nada, eu ia ser feliz naquela organização e montando e desmontando motor *-*. Pausa para o almoço e depois só emoção né gente... #PartiuCampoDeProvas e isso é uma experiência indescritível, só vivendo mesmo pra entender, mas a gente chegou a ver muitas pistas cada uma delas para um tipo específico de teste, só posso dizer que foi emocionante e eu tenho que admitir que eu tive que gritar e fechar os olhos uma hora hahaha.
Por fim essa foto, com meu ex-time de Fórmula SAE. Foi um dia incrível demais. OBRIGADA A TODOS QUE ME PROPORCIONARAM ESSAS EXPERIÊNCIAS INCRÍVEIS. 💜
Espero que você, caro leitor, vencedor, que chegou até aqui, tenha gostado de tudo que contei. :D
Beijos,
Com amor,
Jenifer Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recadinhos



Blog Graxa e Batom - Todos os Direitos Reservados (C)

Base BL | Design by Colorize